Mulher é suspeita de atirar no companheiro após descobrir estupro da filha

Segundo PM, mulher contou que a filha era violentada desde os 4 anos de idade. Apesar disso, homem não foi preso já que não houve flagrante

Mulher é presa suspeita de atirar no companheiro após descobrir estupro da filha
Mulher é presa suspeita de atirar no companheiro após descobrir estupro da filha

Uma mulher, de 41 anos, foi presa, na noite da última terça-feira (10), suspeita de atirar no companheiro, de 37, ao descobrir que ele estuprava a sua filha, de 17, em Senador Canedo. Segundo a Polícia Militar (PM), a vítima era violentada desde quando tinha 4 anos de idade.

Ainda de acordo com a corporação, a equipe do 27º batalhão foi acionada após vizinhos ouvirem disparos dentro da residência, localizada no Residencial Paraíso. Ao chegarem no local, os policiais foram informados pela mãe da vítima sobre os abusos que a filha sofria do padrasto desde que era criança.

Além disso, a mulher contou aos policiais que, num momento de “surto”, pegou a arma de fogo – uma pistola calibre .38, que é registrada, e atirou. Ninguém foi atingido. Ainda segundo a PM, a mãe da garota sabia que os abusos ocorreram no passado, mas não denunciou. Porém, no atual momento, ela percebeu que o companheiro desenvolvia ciúmes da adolescente e descobriu que a violência continuava.

Ainda de acordo com a corporação, o casal não tinha antecedentes criminais. Eles foram encaminhados à delegacia da cidade. O homem prestou depoimento e foi liberado, pois não houve flagrante. Porém, será investigado sobre a denúncia de estupro. A mãe da adolescente também foi liberada após pagamento de fiança no valor de um salário mínimo. A arma do crime foi apreendida.