Mulher morre após ser esfaqueada dentro de casa, em Anápolis

Valéria de Sousa, de 45 anos, foi encontrada próxima ao portão com um corte no pescoço. O principal suspeito é o companheiro da vítima

Era por volta de 23h38 quando a vizinhança do Bairro São Joaquim, em Anápolis, escutou os gritos de socorro de Valéria Sousa Silva, de 45 anos, morta após ser esfaqueada no pescoço dentro de casa. O principal suspeito de cometer o crime é o namorado da vítima. Ele fugiu, mas foi preso minutos depois pela Polícia Militar (PM).

Os vizinhos de Valéria relataram à Polícia Civil que escutaram uma discussão e gritos e, posteriormente, subiram no muro da casa da vítima e viram Valéria caída próxima ao portão com um ferimento no pescoço. Na ocasião, o suspeito também foi visto no momento em que saía de casa e as testemunhas acionaram a polícia.

Segundo a corporação, ao chegar no local os militares encontraram a mulher ferida e inconsciente. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e constatou a morte de Valéria no local.

Ainda durante as diligências, os policiais iniciaram o patrulhamento pelo bairro e localizaram o suspeito nas proximidades da casa. Segundo a PM, o rapaz estava com as roupas e os chinelos com vestígios de sangue. Ele foi preso em flagrante.

De acordo com o Delegado Cleiton Lobo, o casal estava junto há apenas seis meses e a família da vítima relatou histórico de agressões, que não foram registradas. O suspeito também era usuário de drogas.

“O inquérito está em tramitação e agora é aguardar os resultados das investigações. O suspeito a todo momento nega a autoria e a arma utilizada não foi encontrada”, ressaltou o delegado.

Após a conclusão dos trabalhos periciais no local do crime, o corpo da mulher foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Anápolis. O suspeito foi preso e conduzido para a Central de Flagrantes onde foi autuado por feminicídio.

Chinelo do suspeito
(Foto: Reprodução)