Mulher morre com dezenas de perfurações após cirurgia plástica na Espanha

Sara Gómez de 39 anos pagou £ 4,8 mil, o equivalente a quase R$ 36 mil, pela intervenção

Mulher morre com dezenas de perfurações após cirurgia plástica na Espanha
Mulher morre com dezenas de perfurações após cirurgia plástica na Espanha - (Foto: Reprodução/Redes sociais)

Sara Gómez, de 39 anos, morreu depois de passar por uma cirurgia de lipoescultura que deixou múltiplas perfurações e lesões, de 0,5 a 2 centímetros, no rim, fígado, duodeno, cólon e intestino. Ela pagou £ 4,8 mil – equivalente a quase R$ 36 mil – pela intervenção. A morte foi registrada em Cartagena, na Espanha no dia 1º de janeiro.

Segundo o jornal The Olive Press, antes da cirurgia que ocorreu no dia 2 de dezembro, Sara teria dito ao médico que já havia passado por esse tipo de procedimento. Ela foi supostamente informada de que não causaria nenhum problema.

Depois de cinco horas, o cirurgião responsável teria dito à família da vítima que tudo havia corrido bem, mas que Sara tinha perdido muito líquido e, por isso, a equipe médica estava trabalhando para estabilizá-la. Ela teve de ser levada às pressas ao Hospital Geral Universitário Santa Lucia três horas depois, onde foi internada com choque hipovolêmico e em estado grave.

Família vai registrar queixa contra médico

Sara Gómez, mãe de duas meninas, morreu depois de passar quase um mês na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O irmão de Sara, Ruben Gómez disse, que a família aguarda os resultados da autópsia e planeja registrar uma queixa contra o cirurgião plástico responsável pelo procedimento.

Uma investigação sobre o caso está em andamento desde dezembro.