Mulher que atropelou casal de ciclistas no DF diz que dormiu ao volante

Stefania Midia Silva de Araújo foi presa, mas foi liberada por decisão do Tribunal de Justiça e deve responder processo em liberdade

Mulher que atropelou casal de ciclistas no DF diz que dormiu ao volante
Mulher que atropelou casal de ciclistas no DF diz que dormiu ao volante (Foto: PMDF/Divulgação)

A motorista que atropelou e matou um casal de ciclistas em Santa Maria, Distrito Federal (DF), no último domingo (17), diz que estava sonolenta e dormiu ao volante no momento do acidente. Stefania Midiã Silva de Araújo de 36 anos foi presa em flagrante, por direção sob efeito de álcool e foi solta na segunda-feira (18).

De acordo com a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), o nível verificado pelo bafômetro era de 0,66 miligramas por litro de ar alveolar, quantidade duas vezes superior ao mínimo de 0,3mg/l necessário para prisão do condutor.

Stefania foi detida por homicídio culposo, quando não há intenção de matar. A liberação ocorreu após audiência de custódia, na tarde de segunda-feira (18). Ela responderá ao processo em liberdade, mas teve o direito de dirigir suspenso.

A  defesa de Stefania disse que ela não se recorda do momento exato da colisão pois havia dormido ao volante. A mulher teria acordado com o choque da colisão.  “Ela acordou, entendeu tratar de uma batida, voltou ao local dos fatos, prestou socorro às vítimas”, afirmou. A defesa acrescentou ainda que a mulher assumiu ter ingerido bebida alcoólica e está à disposição da justiça e da família das vítimas.

Colisão com ciclistas

O casal Hilberto Oliveira de 47 anos, e, Vera Lúcia da Cruz de 43 anos pedalava na região da QR 157 quando foi atingido pelo Chevrolet Corsa cinza conduzido por Stefania. O homem morreu no local. A mulher foi levada pelo Corpo de Bombeiros para o Hospital Regional de Santa Maria (HRSM).

A ciclista apresentava um ferimento no crânio, uma fratura na perna esquerda, escoriações pelo corpo e tinha quadro suspeito de traumatismo cranioencefálico. Ela não resistiu ao quadro e morreu na unidade de saúde.

Stefania não se feriu, segundo os bombeiros. A corporação informou que a condutora parou o veículo a cerca de 500 metros do local da colisão.