Número de casos de dengue é 64% maior em 2022 do que no ano passado em Aparecida (GO)

Em 2021, foram confirmados 9.638 pacientes no mesmo intervalo de tempo; enquanto neste ano foram 15.228

Combate a dengue em Aparecida (Foto: Secom - Divulgação)

O número de casos de dengue em Aparecida de Goiânia está 64% mais alto do que o registrado no mesmo período do ano passado. Somente nos seis primeiros meses de 2022, a Secretaria Municipal de Saúde registrou 15.228. Em 2021, foram confirmados 9.638 pacientes no mesmo intervalo de tempo.

A grande maioria dos casos foram registrados nas primeiras semanas do ano. O pico anual foi próximo de 3 mil pacientes da doença entre a primeira e segunda semanas do ano, e é considerado o maior número de casos dos últimos cinco anos pela Secretaria Municipal de Saúde.

Em divisão por gênero, 56% dos casos aconteceram em pacientes do sexo feminino e 44% sexo masculino. A faixa etária com maior ocorrência foi de 20 a 49 anos com 62,8% (10.974).

Os bairros com maior número de registros de paciente com dengue em Aparecida são o Setor Buriti Sereno, com 54 casos notificados; o Setor Garavelo, com 41; a Vila Brasília, com 37 e Independência Mansões, com 31.

Mortes

Quanto aos óbitos pelo agravo da doença, houve um aumento na ocorrência comparado aos anos anteriores. Até o momento o município possui 14 óbitos em investigação (aguardando o término das investigações e avaliação do Comitê Estadual de Óbito suspeito por Dengue), cinco óbitos descartados e seis confirmados.

Os óbitos confirmados de dengue ocorreram em 50% do sexo masculino e 50% sexo feminino. Houve três mortes entre menores de 19 anos, sendo um de uma criança de 6 anos do sexo masculino, outro de uma criança de 12 anos do sexo masculino e um de 14 anos do sexo feminino. Ocorreu também um óbito em gestante (5° semana gestacional) de 27 anos. Dos seis óbitos, dois casos tinham histórico de comorbidades.