Operação da Semad aplica R$ 2 mi em multas na região da Chapada dos Veadeiros

No total, 18 termos de embargos foram fiscalizados, e a operação encontrou irregularidades em três deles

Operação da Semad aplica R$ 2 mi em multas na região da Chapada dos Veadeiros
Foto: Divulgação - Semad

Uma operação da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) aplicou R$ 2 milhões em multas Em Alto Paraíso de Goiás, no nordeste do estado. A operação, batizada como Barganha, aconteceu entre os dias 16 e 25 de agosto e fiscalizou o cumprimento de embargos ambientais expedidos em 2020. Além da multa, 11 máquinas foram lacradas no interior do território quilombola kalunga, em Cavalcante

No total, 18 termos de embargos foram fiscalizados, e a operação encontrou irregularidades em três deles. Foram encontrados problemas relacionados ao plantio, loteamento e uma área irregular.

De acordo com a titular da pasta, Andréa Vulcanis, a região da Chapada dos Veadeiros tem sido alvo de fiscalização intensa por causa do crescimento do interesse imobiliário. “A fiscalização no Nordeste goiano precisa ser intensa. Há um mercado imobiliário crescente na região da Chapada dos Veadeiros e não podemos deixar que isso ocorra de forma desenfreada e que comprometa a preservação ambiental do local”, disse a secretária.

Além da fiscalização dos embargos, a Operação Barganha também encontrou quatro novas irregularidades e novas autuações foram feitas. Além disso, os fiscais também encontraram e apreenderam um caminhão limpa fossa que estava despejando esgoto de maneira irregular.