Orquestra Sinfônica de Goiânia deve retomar atividades presenciais em agosto

Editais para a convocação de novos alunos devem ser lançados ainda este mês

Orquestra Sinfônica de Goiânia deve retomar atividades presenciais em agosto
Foto: Jucimar de Sousa

Há mais de um ano realizando suas atividades de forma remota por conta da pandemia, tudo indica que a Orquestra Sinfônica de Goiânia está prestes a ter um retorno presencial.

De acordo com a prefeitura, a retomada deve acontecer ainda em agosto, nos vários núcleos da cidade e também na sede, que fica no Parthenon Center. Os interessados em ingressar nas atividades podem ficar de olho, pois os editais para convocação de novos alunos devem ser publicados ainda este mês.

Coordenado pela Orquestra Sinfônica da capital, a Rede Municipal de Núcleos Musicais de Goiânia é um programa de formação musical pedagógica, com o objetivo de tornar possível e acessível a educação musical em regiões periféricas da cidade.

O programa mantém três grupos musicais formados por bolsistas. São eles: Banda Juvenil de Goiânia, Orquestra Jovem Municipal Jayme e Coro Juvenil de Goiânia, e atualmente, beneficia 182 bolsistas.

Eliseu Ferreira, maestro titular e diretor artístico da Orquestra Sinfônica de Goiânia, destaca que cada beneficiário recebe um auxílio da prefeitura, no valor de meio salário mínimo. A contribuição é uma forma de apoio aos alunos, para que consigam seguir os estudos na música.

Ainda segundo o maestro: “este é um programa extremamente importante, por meio do qual auxiliamos na formação de estudantes de música, na integração e na inclusão social, além do desenvolvimento de valores culturais e sociais“, comenta.

Orquestra Sinfônica de Goiânia iniciou ações ainda no início da pandemia

Foi ainda no início da pandemia que a Rede deu início a diversas ações voltadas para a formação musical, sempre de forma online e gratuita. Desde então, cursos de instrumentos variados e de canto estão sendo ofertados, atendendo não apenas Goiânia, mas também outras cidades brasileiras.

À medida que a vacinação avança no estado, o retorno presencial está cada vez mais possível. Em maio, a Rede já deu início a algumas atividades presenciais com a Banda Juvenil e Orquestra Jovem.

Desde então, já foram oito apresentações em praças e parques de Goiânia, além de mais de 30 atividades transmitidas pelo canal da Orquestra Sinfônica de Goiânia no YouTube e demais redes sociais.

A expectativa para um retorno completo é grande, já que para trabalhos musicais, é ainda mais importante a conexão presencial entre os músicos.

Leia também: