Pabllo Vittar afirma que gravou parcerias internacionais para novo disco

A cantora adiantou também que tem projetos para TV e para o cinema engatilhados. "Estou orgulhosa de todo o trabalho que fiz até agora, mas 2018, querida, será apocalíptico", disse

Em entrevista à Billboard, Pabllo Vittar adiantou seus planos para 2018. Dentre eles, estão muitas parcerias internacionais secretas. Sim, no plural. Uma delas, segundo a cantora, já está gravada. “Não posso dizer quem é. Eu não sei quando sairá porque não é um projeto para o meu próprio álbum. Também terei algumas colaborações internacionais no meu novo álbum, mas não é essa”, disse.

Apesar de já estar trabalhando no sucessor de Vai Passar Mal, Vittar sublinhou que a divulgação de seu primeiro disco ainda não acabou. “Vamos lançar mais um single que é… Oh! Eu ia revelar o nome! Infelizmente não posso te dizer ainda, mas já temos ideia para o clipe. Vai ser incrível”, comentou.

Pabllo Vittar ainda adiantou que, em 2018, não focará apenas na música. “Temos projetos para TV, para o cinema e quero estar em todos os lugares que puder”, disse. “Eu simplesmente adoro atuar e é algo que não costumo ter a oportunidade de fazer”, comentou.

Sucesso

Em 2017, Pabllo caiu nas graças do grande público, ganhando espaço nos charts mainstream, sobretudo com os singles K.O. Sua Cara, a famosa parceria com Anitta e Major Lazer. A previsão, segundo a cantora, é crescer ainda mais e continuar surfando nesta boa onda que a levou ao Palco Mundo do Rock in Rio, onde cantou Glamurous com Fergie.

“Eu sou conduzida por coisas novas e as pessoas podem esperar muitas coisas boas para 2018”, reforçou. “2017 foi definitivamente o ano que me levou para as multidões e estou orgulhosa de todo o trabalho que fiz até agora, mas 2018, querida, será apocalíptico”, bradou.

Vale ressaltar que foi em 2017 que Pabllo Vittar assinou seu primeiro contrato musical com a gravadora Sony. “Agora eu posso gravar meu novo álbum em Los Angeles e trazer mais qualidade para minha música, para meus fãs”, apontou ela, que começou sua carreira fazendo versões de hits internacionais e gravando de forma independente.