PM prende padrasto suspeito de estuprar enteada de 13 anos por dois meses

Polícia solicitou exame e oitivas dos envolvidos

Preso suspeito de filmar mulher tomando banho dentro do apartamento dela, em Goianésia
Preso suspeito de filmar mulher tomando banho dentro do apartamento dela, em Goianésia (Foto: Reprodução/Freepik)

A Polícia Militar prendeu um homem de 35 anos suspeito de estuprar a enteada, de 13, ao longo de dois meses, no setor Residencial Leblon, em Anápolis. A prisão aconteceu nesta segunda-feira (12). O caso veio à tona quando a menina disse a uma prima que ‘havia perdido a virgindade’ e que era estuprada pelo padrasto havia cerca de dois meses.

A prima decidiu contar o caso para outros membros da família, inclusive para a mãe da jovem. A mãe, o suposto autor e a vítima foram levados até a Central de Flagrantes. Porém, como o crime não havia acontecido no mesmo dia, os policiais não puderam efetuar a prisão em flagrante. Solicitaram os exames de corpo de delito e ouviram os envolvidos.

O caso deverá ser investigado pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) de Anápolis como estupro de vulnerável, já que o crime foi cometido contra uma menor de 14 anos.