Partido mais jovem do País, UP se organiza para 2022 em Goiás

“Apresentaremos uma chapa pra dialogar com as demandas de todo o Estado, apresentando propostas aos goianos que incluam a defesa do acesso ao emprego, da renda, da moradia e das garantias sociais, diz presidente estadual

Partido mais jovem do País, UP se organiza para 2022 em Goiás
Fábio Júnior, presidente estadual da UP (Foto: Arquivo Pessoal / Divulgação)

Partido mais jovem do País, a UP participou de sua primeira eleição municipal em Goiás, em 2020, tendo Fábio Júnior, o presidente estadual, na disputa pela prefeitura de Goiânia. Na ocasião, ele teve 1.052 votos, superando o PCB e o PCO. “Estamos nos organizando para que, em 2022, o partido se apresente não só na capital, mas também em outras regiões do estado”, adianta Fábio.

“Apresentaremos uma chapa pra dialogar com as demandas de todo o Estado, apresentando propostas aos goianos que incluam a defesa do acesso ao emprego, da renda, da moradia e das garantias sociais, negadas pelos atuais governos”, complementa.

Ainda segundo o presidente estadual da sigla, a UP pretende construir as frentes populares onde for possível, sem se abster de lançar candidaturas próprias. “Queremos caminhar junto com aqueles que defendem as garantias e os direitos sociais, emprego, renda, saúde, moradia, ou seja, defendemos a unidade com os setores populares para ampliarmos as chances de eleger parlamentares progressistas no nosso estado.”

Para ele, é importante desconstruir a argumentação de que Goiás é um Estado conservador. “O que nos falta são alternativas que dialoguem com a realidade do Estado e estamos na luta para forjar, dentro da esquerda, esse perfil”, arremata.

Em dezembro de 2019, a criação oficial da Unidade Popular (UP) foi aprovada pelo plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Trata-se do 33º partido do Brasil.