Patriota conversa com PT, mas quer focar em Goiás e evitar palanque a Lula, diz Jânio

"Estabeleceremos até onde nos deixaremos influenciar pela campanha nacional"

Patriota conversa com PT, mas quer focar em Goiás e evitar palanque a Lula, diz Jânio
Patriota conversa com PT, mas quer focar em Goiás e evitar palanque a Lula, diz Jânio (Foto: Reprodução - Facebook)

Pré-candidato ao governo de Goiás pelo Patriota, Jânio Darrot afirma que seu partido é de centro. Segundo ele, a sigla conversará com as legendas de direita e esquerda. Ele adiantou, inclusive, que o Patriota já está em conversações com o PT, mas sem a intenção de fazer palanque para Lula (PT).

Ele afirma que o intuito da sigla é manter o foco em Goiás. “Estabeleceremos até onde nos deixaremos influenciar pela campanha nacional”, diz ao ser questionado se o partido estaria disposto a fazer palanque para o ex-presidente.

“A intenção é que isso não aconteça. Queremos discutir Goiás, propostas e projetos para os próximos anos”, continua. “Se eleito, vamos governar com qualquer que seja o presidente.” O PT, hoje, tem como pré-candidato ao governo de Goiás o professor Wolmir Amado.

“Sempre foi um partido de importância no Estado, tem grandes nomes, como Luís César Bueno, Mauro Rubem, Rubens Otoni, Antônio Gomide e Adriana Accorsi”, declarou, ainda, em entrevista para o Podcast Poder em Jogo, do Mais Goiás.

Conversas como Marconi

Jânio assume que também tem conversado com o ex-governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), com quem revela ter boa relação. “Nos falamos sempre, mas ainda não direcionamos às eleições de 2022. Mas vamos ter essa conversa.”

Ainda de acordo com ele, o Patriota pretende se reunir, em breve, com outros pré-candidatos, como o prefeito de Aparecida, Gustavo Mendanha (sem partido), e o deputado federal Major Vitor Hugo (PSL).