Pérsio Forzani, um dos principais artistas goianos, morre aos 90 anos em Pirenópolis

Pérsio produziu mais de mil obras e estão espalhadas pelo mundo, entre elas quadros e ilustrações de livros de grandes nomes da literatura goiana

Pérsio Forzani
Pérsio Forzani nasceu com um problema físico que o impedia de andar. Aos 8 anos, começou a mostrar o talento (Foto: Reprodução site pirenopolis.tur.br)

Morreu aos 90 anos, nessa segunda-feira (6), o pintor Pérsio Ribeiro Forzani, um dos principais artistas de Pirenópolis. A notícia da morte foi dada pelo músico Jerônimo Forzani, sobrinho de Pérsio, em uma rede social. O velório ocorreu na tarde de ontem (06), na Pax Pirenopolina, no centro de Pirenópolis. A causa da morte não foi divulgada.

“Tio Pérsio, vá em paz. Dá um abração aí no céu em todos da família. Hoje, o choro é de saudade, porém sei que está bem agora, pois se levantou da sua cadeira de rodas. Te amo muito. Gratidão por tanta coisa, meu Artista Favorito. Seus quadros estão imortalizados em todo o mundo”, escreveu Jerônimo Forzani.

Pérsio Forzani nasceu no dia 8 de fevereiro de 1931 com um problema físico que o impedia de andar. Aos 8 anos, ele começou a fazer desenhos em frente a calçada casa onde morada, mesmo local onde ficava também a loja do pai, que era alfaiate.

No chão, retratava o que via nas ruas históricas de Pirenópolis, cavalos, carros de boi, as casas em estilo colonial. Pérsio produziu mais de mil obras que estão espalhadas pelo mundo, entre elas quadros e ilustrações de livros de grandes nomes da literatura goiana.