PF cumpre mandados em Goiás em investigação contra tráfico internacional de drogas

Ação faz parte de duas operações de combate ao tráfico internacional

Operação federal de combate ao tráfico internacional de drogas cumpre mandados em Goiás
Operação federal de combate ao tráfico internacional de drogas cumpre mandados em Goiás (Foto: Divulgação - PF)

Nesta quarta-feira (24), a Polícia Federal (PF) cumpriu mandados de prisão e busca e apreensão em Goiás em outros quatro estados. A ação faz parte de duas operações de combate ao tráfico internacional de drogas, que acontecem de maneira simultânea. Isso porque, existem suspeitos em comum em ambos os casos. As operações se chamam Canis e Urano e ambas contam com o apoio da Receita Federal.

Operação Urano

As investigações desta operação começaram ao apurar as atividades de grupo dedicado ao tráfico internacional de entorpecentes. O grupo, até então, atuava na cidade de Amambai, no Mato Grosso do Sul. Em uma primeira ação, os policiais federais apreenderam uma carga de cerca de 220 quilos de maconha, em um município vizinho, chamado Naviraí (MS).

Depois disso, os agentes analisaram os dados bancários e fiscais dos investigados. Com isso, constataram a participação de diversas pessoas e empresas na movimentação e ocultação de valores do grupo criminoso. Ou seja, crime de lavagem de dinheiro.

A ação desta quarta-feira (24) visa cumprir mandados baseados nestas descobertas. A polícia cumpriu nove mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão nas cidades de Campo Grande, também no Mato Grosso do Sul, mas também em Goiânia.

Operação Canis

As investigações desta operação tiveram início com a abordagem e fuga de um homem que é suspeito de ser o líder de uma organização criminosa. Segundo os agentes federais, essa facção atua no posto de imigração fronteiriço entre Corumbá, no Mato Grosso do Sul, e a Bolívia.

Na ocasião o homem acabou detido e, com ele, os policiais encontram dez aparelhos celulares e um documento falso. A corporação explica que, foi depois de analisarem o documento, que descobriram o envolvimento do suspeito com o crime. Segundo eles, eles também descobriram que o tráfico de drogas era feito através de aeronaves.

A partir daí, a polícia iniciou uma fase sigilosa das apurações, em fevereiro de 2019. Nesta fase, os agentes apreenderam uma carga de quase meia tonelada de cocaína. A droga estava em uma aeronave oriunda da Bolívia. Além disso, identificaram diversos outros suspeitos.

Em uma fase de ações, a polícia cumpriu quatro mandados de prisão e nove mandados de busca e apreensão nas cidades de Campo Grande e Dourados, no estado do Mato Grosso do Sul; em Atibaia, no estado de São Paulo; em Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul; e em Foz do Iguaçu, no Paraná.

Nesta fase, eles também apreenderam um imóvel de luxo, diversos veículos e duas aeronaves.

Leia Mais

Mãe é presa suspeita de expulsar filho de 10 anos de casa por hiperatividade, em Jaraguá

Comércio de 224 fardos de arroz roubado em Ceres leva suspeito à prisão

Ex-prefeito de Goiatuba é investigado por suposto conluio para frustrar concurso público

Oposição ao PT, Eduardo Cunha diz que Moro perseguiu Lula

*Larissa Feitosa compõe programa de estágio do Mais Goiás sob supervisão de Hugo Oliveira.