Polícia Civil detalha desmonte de pirâmide financeira que causou R$ 40 milhões em prejuízos

O casal aplicou os primeiros golpes em Jacareí (SP) com promessa de lucros semanais de 30%

Tatiane Della Corte e o marido, Rafael Ramos, foram presos por estelionato

A Delegacia de Capturas – Complexo das Especializadas (Decap) de Goiás vai detalhar na terça-feira (17/09) como funcionava um esquema de pirâmide financeira replicado por um casal de São Paulo. Os primeiros golpes começaram a ser aplicados em Jacareí (RJ) contra clientes de uma loja de roupas que o casal mantinha na cidade. Tatiane Della Corte e Rafael Cunha Ramos prometiam lucros semanais de 30%, pagos toda sexta-feira. Estima-se que as atividades supostamente desempenhadas pelo casal tenham causado prejuízo próximo de R$ 40 milhões.

Os dois foram presos pela Polícia Civil na segunda-feira (16/09) em um hotel no Setor Cândida de Morais, em Goiânia. A entrevista sobre o caso será concedida pelo delegado Fabrício Madruga. Segundo a Polícia Civil (PC), não há registro de crimes do casal em Goiás; eles estavam foragidos desde julho do ano passado. De acordo com delegado do 1º Distrito Policial de Jacareí, Pedro de Fátima Silva, em entrevista coletiva na segunda-feira (15), o comunicado da prisão aconteceu na tarde do mesmo dia, quando a Justiça de SP remeteu os pedidos de prisão à Goiânia.

Aguarde mais informações.