Polícia Civil divulga imagem de atleticano acusado de injúria racial contra Fellipe Bastos

O fato ocorreu no dia 8 de maio no jogo entre Atlético Goianiense e Goiás, no estádio Antônio Accioly

Fellipe Bastos pelo Goiás
Fellipe Bastos foi chamado de "macaco" por torcedor atleticano. Foto: Rosiron Rodrigues - Goiás EC

A Polícia Civil de Goiás divulgou nesta sexta-feira (5) a imagem do torcedor do Atlético Goianiense acusado de injúria racial contra o volante Fellipe Bastos, do Goiás, em partida do dia 8 de maio, pelo Campeonato Brasileiro. Na publicação, a entidade coloca o suspeito como procurado, já que mesmo com os depoimentos e com testemunhas não houve êxito na identificação.

A investigação está sendo realizada pelo Grupo Especializado no Atendimento às Vítimas de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Geacri), sob o comando do delegado Joaquim Adorno. A polícia civil pede que qualquer informação que possibilite a identificação do suspeito seja comunicada a entidade no disque 197 ou pelo telefone (62) 98495-2047.

Por conta do ato de injúria racial do torcedor, o Atlético Goianiense foi punido pelo STJD na última semana com a perda de um mando de campo e uma multa de R$ 50 mil. Porém, o clube recorreu e um novo julgamento será realizado pelo Pleno do STJD.

O volante Fellipe Bastos também comentou sobre a punição do Atlético Goianiense, que para ele foi branda. “A punição tem de existir, mas ainda é branda. Porém vemos como algo a ser acrescentado, antes não se punia e espero que no futuro possa ser mais rigorosa para que isso não se repita. Espero que o Pleno mantenha a punição e possamos evoluir como ser humanos”, disse o atleta em entrevista coletiva.

Imagem do torcedor do Atlético Goianiense acusado de injúria racial

Imagem do torcedor do Atlético Goianiense acusado de injúria racial. Foto: Divulgação – Polícia Civil