Agência O Globo

Polícia espanhola apreende coleção de animais empalhados avaliada em R$ 148 milhões

Coleção com 1.090 exemplares, sendo 400 de espécies ameaçadas e protegidas, estava em armazém na cidade de Batéra, segunda a Guarda Civil da Espanha

Polícia espanhola apreende coleção de animais empalhados avaliada em R$ 148 milhões (Foto: Reprodução - Youtube)
Polícia espanhola apreende coleção de animais empalhados avaliada em R$ 148 milhões (Foto: Reprodução - Youtube)

A polícia da Espanha realizou uma das maiores apreensões de animais empalhados da Europa enquanto investigava um caso de contrabando e crime contra a fauna na província de Valência. Cerca de 1.090 animais taxidermizados, incluindo 400 de espécies protegidas e ameaçadas, como elefantes e tigres de Bengala, estavam em um armazém de 50 mil metros quadrados na cidade de Batéra.

A descoberta foi feita na quarta-feira e divulgada pela Guarda Civil espanhola apenas neste domingo. As peças foram avaliadas, segundo a polícia, em € 29 milhões, o equivalente a cerca de R$ 148 milhões.

Leões, leopardos, guepardos e linces estão entres os animais encontrados na coleção, que inclui ainda elefantes, rinocerontes e ursos polares. Exemplares de animais ameaçados de extinção, como tigres de Bengala também foram identificados pelos policiais. Até mesmo um animal extinto na natureza e que só existe cativeiro, o órix-de-cimitarra, estava entre os bichos taxidermizados apreendidos.

Além dos animais, 198 presas de marfim de elefantes foram encontradas no local.

A apreensão foi resultado de uma investigação conduzida pela equipe Equipa de Proteção da Natureza do Comando da Guarda Civil de Valência desde novembro de 2021, quando a polícia teve conhecimento da suposta coleção privada de animais.