Polícia identifica mulher que arrancou pedaço do seio e jogou no lixo

Segundo a família, ela sofre de depressão e já se automutilou antes


//

A polícia encontrou a mulher que teve parte do seio retirado e jogado em uma lixeira de um supermercado na Avenida Mangalô, no setor Finsocial, em Goiânia.  De acordo com familiares, M.C.G.D., de 29 anos, passava por tratamento psicológico e psiquiátrico em uma clínica particular na capital.

A parte do seio estava enrolado em uma camiseta, dentro de um sacola plástica e foi encontrada na manhã desta terça-feira (28/10) por uma funcionária do estabelecimento comercial, que acinou a polícia.

Policiais estiveram no local e, após analisar imagens de câmeras de segurança, conseguiram identificar a mulher deixando a sacola no local. A polícia buscou a localização da vítima nos hospitais públicos e privados da capital e encontraram o registro de entrada da paciente no Serviço de Atendimento da Unimed (SAU), no Setor Oeste.

A família da mulher esteve no início da noite no 21º Distrito Policial e esclareu que não foi a primeira vez que a mulher se automutilou, mas nunca antes havia sido com tamanha gravidade.

Vídeo mostra o momento em que a mulher joga o material no lixo

Segundo o delegado Breynner Vasconcelos, responsável pelo caso, a mulher afirmou que tem câncer de mama, fato confirmado pelos familiares, e que, por isso, surgiu a ideia de contar à família que seria submetida a uma cirurgia para retirada da mama. Entretanto, ela afirmou à polícia que decidiu retirar o seio sozinha com uma tesoura. A mutilação aconteceu na madrugada de terça-feira

De acordo com o delegado, a mulher afirmou que a intenção era sangrar até morrer, mas como estava muitas dores, ela resolveu procurar atendimento médico. No ônibus a caminho da unidade de saúde ela sentiu tontura e resolveu descer para pegar um mototáxi, quando aproveitou para jogar fora o pedaço do seio.