Polícia prende suspeito de deixar mãe de 91 anos sem comida e pegar INSS dela

Filho deixava idosa sem cuidados básicos e a passar fome; vizinhos ajudavam

Goiânia: polícia prende suspeito de deixar mãe de 91 anos sem comida e pegar INSS dela
Polícia prende suspeito de abandono e maus-tratos a mãe de 91 anos, em Goiânia (Foto: Polícia Civil)

A Polícia Civil (PC) prendeu em flagrante, nesta sexta-feira (29), um homem de 45 anos suspeito de abandono, maus-tratos e exploração financeira de sua mãe, uma mulher de 91 anos. A prisão ocorreu no setor Green Park.

Segundo a polícia, a idosa vivia em condições precárias, ambiente insalubre e não tinha alimentos e medicamentos necessários para sua subsistência. Inclusive, ela recebia doação de vizinhos para sobreviver.

Apesar de ter benefício previdenciário (INSS) e o aluguel de um barracão nos fundos do imóvel dela, o filho recebia todo o dinheiro e não repassava para a idosa. Segundo a polícia apurou, o suspeito permitia que a mãe vivesse de forma desumana e degradante, sequer providenciando alimentos e outros cuidados básicos.

A prisão resultou da Operação Vetus II. Trata-se de uma ação da Delegacia Especializada no Atendimento ao Idoso (Deai) que ocorre em todo o Estado e conta com a cooperação do Ministério da Justiça e Cidadania.

Detalhes do caso

Ao Mais Goiás, o delegado Alexandre Alvim, responsável pelo caso, disse que a idosa tentou proteger o filho. “Dizia que ele levava, mas vimos que não tinha nada. Na casa, só havia uma panela de arroz estragado.” Ainda segundo o delegado, os vizinhos corroboraram o abandono e disseram que ela não tinha nada, se eles não levassem.

Ele revelou, ainda, que a idosa tinha uma ferida na perna e estava sem remédios. “Dependia e não tinha.” Segundo ele, o filho negou todas as acusações. A polícia o levou a Central de Flagrantes, onde ele aguarda pela audiência de custódia. A pena máxima para os três casos pode chegar a sete anos.

A idosa foi encaminhada a um abrigo provisório.

(Foto: Polícia Civil)