Polícias de Goiás apreenderam R$ 3 bilhões em drogas em quase três anos, diz SSP

Quase 100 cidades goianas não registraram homicídios entre os meses de janeiro e setembro de 2021

Apreensões de drogas em Goiás geraram prejuízo de R$ 3 bilhões para a criminalidade em quase três anos, entre 2019 e 2021, segundo a SSP-GO. (Foto: divulgação/PM)
Apreensões de drogas em Goiás geraram prejuízo de R$ 3 bilhões para a criminalidade em quase três anos, entre 2019 e 2021, segundo a SSP-GO. (Foto: divulgação/PM)

As forças policiais de Goiás apreenderam R$ 3 bilhões em drogas em quase três anos. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), os índices criminais tiveram queda expressiva entre 2019 e 2021. Conforme os dados da pasta, quase 100 cidades goianas não registraram homicídios entre janeiro e setembro deste ano. Os números foram repassados na manhã desta segunda-feira (11), em Goiânia, durante solenidade de entrega de 97 veículos para a Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP).

De acordo com o titular da SSP, Rodney Miranda, de 2019 até o final de setembro de 2021, cerca de 146 toneladas de drogas foram apreendidas em Goiás. O prejuízo à criminalidade foi de R$ 3 bilhões.

Segundo o secretário, as polícias também conseguiram na Justiça o confisco de vários bens que teriam sido adquiridos com a venda de drogas no estado.

Segundo a SSP, além de apreensões de drogas, Goiás diminuiu número de homicídios

Durante a solenidade, Rodney Miranda disse que cerca de 94 municípios goianos ainda não registraram nenhum homicídio no período de janeiro a setembro de 2021. O estado, de acordo com a SSP, ficou 14 dias seguidos sem a ocorrência de assassinatos.

Anteriormente, Goiás tinha taxa de 30 homicídios para cada 100 mil habitantes. Hoje este número está em 13 para cada 100 mil pessoas. Conforme expõe a pasta estadual, em 2018, cerca de 25 carros eram roubados por dia no estado, número que atualmente caiu para cinco.

“Graças ao esforço destes valorosos servidores, Goiás conseguiu, em dois anos e nove meses, uma redução nunca antes alcançada nos índices criminais”, disse Rodney Miranda.

Sucesso na parceria com estados e Governo Federal

Também estiveram presentes na solenidade realizada no quartel do Comando de Missões Especiais (CME), no Setor Marista, o vice-governador do Tocantins, Wanderlei Barbosa Castro, e os secretários de Segurança Pública do Mato Grosso do Sul, Antônio Carlos Videira, e do Tocantins, Cristiano Sampaio.

A parceria com estes gestores, segundo o governador Ronaldo Caiado, foi de fundamental importância para Goiás conseguir bons números na redução de crimes.

Veículos entregues à DGAP

Dos 97 veículos entregues à DGAP, 89 são modelo Renault Duster e foram locados. Sete ônibus e um furgão, avaliados em R$ 2,9 milhões, foram doados pelo Governo Federal através do Departamento Penitenciário Nacional (Depen).