Postos de combustíveis são autuados por propaganda enganosa, em Goiás

Dois gerentes foram intimados por falsas informações sobre o preço dos produtos

Postos de combustíveis foram autuados por propaganda enganosa e falsa informação sobre o preço dos combustíveis. (Foto: Polícia Civil)

Uma ação integrada da Polícia Civil, Procon Goiás e Agência Nacional de Petróleo (ANP) inspecionou 12 postos de combustíveis em Goiás, sendo oito na cidade de Goiânia e outros quatro em Anápolis. Dois estabelecimentos da capital foram autuados por propaganda enganosa e falsa informação sobre o preço dos combustíveis. A operação, que teve início na quinta-feira (8), ainda está em andamento e novos locais devem ser vistoriados.

De acordo com a PC, os gerentes dos postos autuados por falsa publicidade foram conduzidos à Delegacia. Os proprietários dos locais também foram intimados para prestar esclarecimentos nos próximos dias.

Denominada ‘Petróleo Real’, a operação tem como objetivo identificar irregularidades na venda de combustíveis à população. Durante a fiscalização, os agentes verificam a regularidade relacionada à qualidade e quantidade dos combustíveis entregues ao consumidor, bem como, se o estabelecimento está prestando o dever de informação clara, visível e precisa no que se refere aos preços dos combustíveis.

A ANP inspecionou aproximadamente 90 bicos e aplicou 50 testes de qualidade de combustíveis, resultando em duas autuações por falta de equipamentos para análise e uma interdição de bomba de combustível por inadequação de funcionamento.