Prefeitura de Caldas Novas (GO) descarta ampliar medidas de controle da Covid-19

Taxa de internação de UTI na cidade para pacientes com a Covid-19 é de zero; existem dois pacientes em leitos clínicos

Prefeitura de Caldas (GO) revela aumento de casos da Covid, mas mantém flexibilização (Foto: Divulgação/Prefeitura de Caldas Novas)
Prefeitura de Caldas (GO) revela aumento de casos da Covid, mas mantém flexibilização (Foto: Divulgação/Prefeitura de Caldas Novas)

A prefeitura de Caldas Novas manterá a flexibilização de medidas preventivas da Covid-19, como o uso de máscara, apesar do aumento de casos da doença na cidade. A justificativa da secretaria municipal de Saúde é que a taxa de internação continua baixa.

A taxa de internação de UTI na cidade para pacientes com a Covid-19 é de zero. Segundo informações da prefeitura, só existem dois pacientes em leitos clínicos. A situação é avaliada semanalmente pelo Grupo Técnico de Urgências em Saúde de Caldas Novas.

Boletim epidemiológico de 16 a 23 de maio registrou 295 novos casos sem registro de óbito.

Ainda conforme a Secretaria de Saúde, na segunda-feira (23), eram 399 casos ativos. Na semana anterior, eram 330 casos ativos.

“Estamos atentos, somos uma cidade turística e sofremos muito com a pandemia, por isso, seguimos avaliando diariamente o número de casos positivos e de internações”, relatou o prefeito Kleber Marra (Republicanos).

Ainda segundo ele, a população deve se manter consciente. “O uso de máscara continua sendo facultativo na cidade, porém pedimos para que os moradores que possuem comorbidades não deixem de usar o acessório, além do álcool em gel. Não podemos brincar.”

Até o momento, Caldas Novas aplicou a primeira dose de vacina contra a Covid-19 73.058 vezes. A segunda, 64.507; a terceira, 26.809; e a quarta, 3.373.