Prefeitura publica decreto com liberação de cinemas e atividades culturais

Decreto também amplia o número de ocupantes por mesa para oito em bares, restaurantes e similares

Circo (Foto: Jucimar Sousa / Mais Goiás)

O prefeito Rogério Cruz (Republicanos) assinou decreto que amplia a flexibilização de atividades consideradas não essenciais em Goiânia. O documento foi publicado no Diário Oficial do Município desta quinta-feira (15) e permite o funcionamento de cinemas, teatros e circos, além de atividades religiosas com 50% da capacidade de lotação.

A prefeitura ainda libera a disponibilização de mesas e cadeiras em bancas de alimentos/bebidas e restaurantes e aos frequentadores nas feiras livre e especiais em Goiás. Para isso, o feirante deve resguardar distância mínima de dois metros entre as mesas e respeitar a ocupação máxima de oito pessoas sentadas por mesa.

O decreto também amplia o número de ocupantes por mesa para oito em bares, restaurantes e similares. A capacidade máxima era de seis pessoas. Ainda ampliou o horário de funcionamento deste tipo de estabelecimento para até as 3h da manhã.

Infográfico: Niame L./Mais Goiás

Eventos

Rogério Cruz ainda ampliou a flexibilização para eventos públicos e privados. No entanto, limita à ocupação de no máximo 50% do espaço para o limite de 250 pessoas, sem pista de dança e obedecidos os demais protocolos estabelecidos em Nota Técnica da Secretaria Municipal de Saúde.

Casas de shows, espetáculos, boates e congêneres ainda estão sem autorização para funcionar. Fica autorizado o uso de espaços comuns de condomínios verticais e  horizontais mediante agendamento prévio, adotado o critério de 2,25 m² por pessoa para efeito de cálculo da capacidade de cada ambiente.

De acordo com boletim epidemiológico publicado na terça-feira (13), Goiânia possui 177.892 casos confirmados de Covid-19 ( dos quais 398 casos novos) e 5.560 óbitos confirmados (21 óbitos novos). A taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) está em 76,9%.