Presidente do PSOL vem a Goiânia no próximo dia 27

"Queremos aprofundar o diálogo com outros partidos de esquerda e movimentos sociais”

Presidente do PSOL vem a Goiânia no próximo dia 27
Presidente do PSOL vem a Goiânia no próximo dia 27 (Foto: Reprodução - Twitter)

O presidente nacional do PSOL, Juliano Medeiros, vem a Goiânia em 27 de janeiro para alinhar estratégias do partido para os próximos dois anos. Ele ainda passará por Campo Grande (25), Cuiabá (26) e Brasília (28).

“Queremos ouvir a direção e a militância; fortalecer a formação da chapa para deputado estadual e federal, além de aprofundar o diálogo com outros partidos de esquerda e movimentos sociais”, explica Juliano. Os locais da visita ainda não foram definidos. O PSOL não tem vereadores eleitos na capital. Fabrício Rosa teve 4.299 votos, mas, apesar do bom número, não conseguiu atingir o quociente eleitoral.

Quando reeleito, em setembro de 2021, Juliano defendeu a unidade da esquerda para 2022 e recuou de uma possível candidatura própria. À época, a sigla também lançou uma resolução que apresentou como prioridade derrotar Bolsonaro (PL) neste pleito.

“Lutamos pelo impeachment de Jair Bolsonaro e sua inelegibilidade, mas sabemos que isso depende de fatores que não estão totalmente sob nosso controle. Ainda assim, temos feito nossa parte, lutando pela unidade da oposição no Congresso Nacional, estimulando a luta nas ruas e denunciando permanentemente os crimes de Bolsonaro e seus aliados”, expunha o documento.

O texto dizia, ainda, que “apesar de dispor de excelentes nomes, o PSOL não apresentará neste momento uma pré-candidatura para a disputa presidencial. A prioridade, em nível nacional, deve ser a construção da unidade entre os setores populares para assegurar a derrota da extrema-direita. Esse processo de diálogo deve envolver elementos programáticos, arco de alianças e não pode ser uma via de mão única”.