Preso suspeito de espancar diarista até a morte, em Aparecida

Homem já foi condenado por homicídio e responde por violência doméstica contra a mãe e a irmã

Um homem, de 45 anos, foi preso suspeito de espancar uma diarista até a morte, em Aparecida de Goiânia. (Foto: reprodução)
Um homem, de 45 anos, foi preso suspeito de espancar uma diarista até a morte, em Aparecida de Goiânia. (Foto: reprodução)

Um homem, de 45 anos, foi preso suspeito de espancar uma diarista até a morte, em Aparecida de Goiânia. O caso ocorreu no último dia 7 de janeiro e o suspeito foi detido na tarde desta quinta-feira (28). O homem, que não teve o nome divulgado, já foi condenado por homicídio em 2007 e responde por violência doméstica contra a mãe e a irmã.

Segundo informações da Polícia Civil (PC), o homem estava em casa com a esposa na residência do casal no Setor Terra Prometida, em Aparecida, quando começou a agredir a companheira. Na ocasião, a vítima Denise Alves Fernandes, de 54 anos, realizava faxina no imóvel e tentou cessar a violência.

O suspeito, então, ficou furioso e passou a agredir Denise com socos e chutes. A mulher foi atingida na região da face e teve múltiplas lesões. Ela chegou a ser encaminhada ao Hospital de Urgências de Aparecida de Goiânia (Huapa), mas faleceu cerca de 7 dias depois.

Em depoimento à PC, a mulher do suspeito confirmou as agressões do marido. Após diligências, o autor foi localizado e detido. Ele foi indiciado por homicídio qualificado e pode ser condenado a até 30 anos de prisão.