Variação de preços de presentes para o Dia dos Pais chega a 61% em Goiânia

Pesquisa realizada pelo Procon Goiás apontou discrepância entre valores de um mesmo produto em diferentes lojas. Maioria das lojas físicas analisadas apresentavam valores superiores aos das lojas online

O Procon Goiás divulgou uma pesquisa relativa aos preços de produtos para o Dia dos Pais, que vai ser comemorado no próximo domingo (13). A pesquisa levantou o valor de 35 itens sugeridos para presente em 15 estabelecimentos de Goiânia. As mercadorias avaliadas vão de perfumes importados a eletrodomésticos passando por eletrônicos para cuidado pessoal e smartphones.

Durante a pesquisa, o órgão observou que a variação máxima entre o menor e o maior preço do mesmo produto pode chegar a até 61%. Foi o caso de uma sanduicheira elétrica da marca Grill Ultra, que variou entre R$ 49,90 e R$ 80,60. Os números comprovam que o consumidor deve estar atento e pesquisar preços antes de comprar.

A comparação entre os preços dos produtos no mesmo período do ano passado revelou que todos registraram alta. O aumento médio nos valores foi de cerca de 9%, mas no caso de alguns itens esse índice superou os 20%. O gerente de pesquisa e cálculo do Procon, Gleidson Tomaz, afirmou que esse número pode ser maior em caso de compras de última hora.

O gerente lembra da importância de pesquisar não só o preço, como também a qualidade do produto que está sendo adquirido. “É importante que o consumidor relacione pelo menos três estabelecimentos para comparar os preços antes de comprar”, explica.

Juros

O Procon atenta para a compra de presentes parcelados. Muitas lojas que dizem vender “sem juros”, colocam o valor dos juros embutido no produto. Na pesquisa realizada para o dia dos pais, o acréscimo na compra parcelada chegou a até 40% do preço à vista.

Gleidson sugere evitar o parcelamento a longo prazo. Nesses casos, o valor das parcelas acrescido dos juros pode gerar um aumento muito grande no valor original do produto. Se o consumidor não fizer esse cálculo previamente, pode ter dificuldades para pagar todas as prestações.

Na pesquisa divulgada para o dia dos pais, o aumento no valor original dos produtos chegou até a 50% em caso de parcelamento. “As parcelas são estratégicas”, explica o gerente.

Internet

Todos os estabelecimentos pesquisados pelo Procon também tiveram seus sites de venda analisados. Em muitas lojas físicas o valor estava superior ao da loja online. A economia nas compras pela internet chegou a até 24%.

Algumas empresas foram autuadas durante a pesquisa por oferecerem valores abusivos nas lojas online e não deixarem claras as condições de venda dos produtos anunciados.

O Procon chamou atenção para os cuidados que o consumidor deve tomar se quiser comprar produtos pela internet. Em primeiro lugar, é preciso desconfiar de valores abaixo da média de mercado. É importante também estar atento ao valor cobrado pelo frete.

Se o anúncio de preço estiver sendo feito em um site que não seja o da própria loja, é bom desconfiar. Além disso, em caso de insatisfação com o produto, o cliente tem até uma semana para solicitar o reembolso e a devolução do objeto.

Outra dica importante é printar a tela referente a todas as transações realizadas pelo cliente durante a compra pela internet, para poder recorrer junto à empresa em casos de problemas.

Para conferir todos os detalhes dos itens analisados, basta clicar no link: http://www.procon.go.gov.br/uploads_files/2017/08/07-08-2017-planilha-dia-das-pais-2017.pdf