Procon investiga relatos de aumento de 50% no preço dos testes covid em Goiânia

De acordo com o órgão, há relatos dE aumento de até 50% no preço de testes de Covid-19 em Goiânia e Aparecida

Procon Goiás vai apurar possível aumento abusivo no preço de testes de Covid-19
ANS deve obrigar planos de saúde a cobrir teste rápido de Covid (Foto: Agência Brasil)

O Procon Goiás fará, nesta terça-feira (18), uma fiscalização para apurar denúncias de possíveis aumentos abusivos no preço de testes de Covid-19 em Goiânia e Aparecida. De acordo com o órgão, há relatos de aumento de até 50% no dispositivos para identificar a presença do coronavírus.

O Procon informou que vai visitar laboratórios, drive-thrus e drogarias localizadas em Goiânia e Aparecida. De acordo com o órgão, o estabelecimentos visitados terão 48 horas para apresentar a documentação solicitada, que inclui notas fiscais de compra mês a mês dos últimos 12 meses e as notas fiscais de venda (uma por semana) dos últimos 12 meses.

Os documentos serão encaminhados para a Gerência de Pesquisa e Cálculo, que vai analisar e verificar se houve a prática de aumento abusivo no preço. Conforme o superintendente do Procon Goiás, Alex Vaz, as empresas podem cobrar diferentes preços pelos testes, até por não existir tabelamento de preços. Porém, “a prática de preços abusivos fere os direitos do consumidor e causa um desequilíbrio nas relações de consumo”.

“O mercado se autorregula pela lei da oferta e procura, que interfere diretamente na elevação ou redução dos preços dos produtos, mas , por lei, os fornecedores não podem obter vantagem excessiva sobre o consumidor, ainda mais neste momento de aumento de casos de Covid em plena pandemia que já impactou sobremaneira o orçamento das famílias brasileiras”, declarou Vaz.

Caso o Procon constate os preços abusivos, a empresa responderá a um processo administrativo sancionatório que pode resultar na aplicação de multa que pode chegar a R$ 11 milhões.

Buscas por testes de Covid-19 em Goiânia aumentaram 185% no fim do ano passado

Em meio às festas de final de ano, as buscas por testes de Covid-19  em 2021 aumentaram 185%, em Goiânia. Segundo a prefeitura de Goiânia, isso aconteceu porque as pessoas querem celebrar com a família com a garantia de que não estão contaminados, bem como conseguir a entrada em eventos que fazem essa exigência.

No dia 30 de dezembro, por exemplo, uma grande fila de carros se formou na região da Praça C-170, no Jardim América, onde foi realizada a testagem prioritariamente na modalidade drive-thru. A testagem se iniciou às 8 horas e terminou às 16 horas.

Por conta do alto fluxo de veículos, o trânsito fluiu com lentidão. Motoristas registraram as duas filas de carros que ser formaram em torno da praça, as quais ocupam duas das três faixas disponíveis para o trânsito.