FolhaPress

Produção do MasterChef é retomada; confira as mudanças no programa

Programa MasterChef Brasil foi suspenso desde o mês de março por causa da pandemia do novo coronavírus

MasterChef: A Revanche perde fôlego e chega ao fim com a pior audiência de todas as temporadas
MasterChef: A Revanche (Foto: Fábio Guinalz/Fotoarena/Folhapress)

A Band anunciou que já está retomando de forma gradual a pré-produção do programa MasterChef Brasil, suspensa desde março por causa da pandemia do novo coronavírus. As gravações devem ocorrer a partir da segunda quinzena de junho. A estreia, no entanto, ainda não tem data definida.

Mesmo com a retomada dos trabalhos, o MasterChef deverá ter algumas alterações devido à pandemia. Segundo a emissora, o cenário atual está sendo avaliado para que a equipe analise todas as possibilidades de mudanças. Uma comissão com médicos do trabalho, infectologistas e outros profissionais está fazendo as avaliações.

Apesar de a Band afirmar não ter detalhes ainda definidos, o site Notícias da TV aponta que o número de participantes do MasterChef poderá ser reduzido e que seguirão normas para manter distância de dois metros entre eles.

Não deverá ter provas em grupo nem gravações externas nessa sétima edição do MasterChef.

“Entre os protocolos que estão sendo adotados pela produção estão a aferição de temperatura diária dos colaboradores, restrição de pessoas dentro do estúdio e switcher identificadas com crachás com cores diferentes para cada acesso, estação de higienização, distância segura e uso obrigatório de máscaras”, afirmou a Band.

Devido a suspensão de programas durante a pandemia, a Band reprisa atualmente a primeira temporada do MasterChef Profissionais, que foi ao ar em 2016 e como a campeã Dayse Paparoto.

Ao todo, serão dez episódios do MasterChef mostrando desafios e a avaliação do jurados Erick Jacquin, Henrique Fogaça e Paola Carosella.

Outro programa de culinária no ar atualmente é o Mestres do Sabor (Globo), que está em sua segunda temporada e não foi afetado pelo isolamento, pois já estava gravado. O comando continua com Claude Troisgros e João Batista e o vencedor levará o prêmio de R$ 250 mil.

MasterChef: A Revanche chegou ao fim no dia 17 de dezembro de 2019 com ibope em queda. Segundo dados consolidados da Kantar Ibope na Grande SP (cada ponto equivale a cerca de 73 mil domicílios), a média geral de audiência da temporada foi de três pontos. É a menor dentre as sete edições. O MasterChef já chegou a dar mais de sete pontos na edição de 2015, a maior audiência até hoje.