Projeto estabelece diretrizes para polícia municipal de segurança noturna

Atuação dos profissionais aconteceria das 20h às 6h. Melhoria na iluminação e uso de câmeras de monitoramento fazem parte da proposta

Os vereadores Cabo Senna (PRP) e sargento Novandir (PTN) apresentaram na sessão de hoje (14) um projeto de lei que estabelece diretrizes para a chamada polícia municipal de segurança noturna. “Trata-se de um importante instrumento que visa, a médio e longo prazo, tornar nossa cidade mais segura, iluminada e estruturada para mobilidade humana”, destaca os autores sobre a propositura.

Pelo projeto, a atuação dessa polícia se dará no período das 20 h e 6 horas. Mas ela tem vários objetivos imediatos, lembram os vereadores: melhoria do sistema de iluminação pública, prioridade de iluminação nas calçadas, instalação de sistema de monitoramento e antifurto de cabos de energia, melhoria do acesso viário, bem como reurbanização ou revitalização de áreas degradadas na cidade, entre outras exigências.

No capítulo V do projeto, por exemplo, o foco de tais iniciativas visam o combate à criminalidade, violação dos direitos fundamentais no desenvolvimento social, homicídios, roubos, lesão corporal, imobilidade humana e exclusão social e ainda sobre crianças e adolescentes engajados nas piores formas de trabalho infantil, ou em situação de rua, tráfico de drogas e de exploração sexual.

Cabo Senna considera de suma importância essa política municipal de segurança noturna por estar ligada à ideia de desenvolvimento urbano planejado e voltado para o direito de ir e vir do cidadão goianiense. “Com uma política pública de segurança, portanto, teremos uma ação eficaz e conjunta com o Estado para o enfrentamento da violência e do combate à criminalidade”, resumiu sargento Novandir.

Ao concluir, os vereadores destacam a relevância da proposta, “como de alto interesse público, pois propõe uma ação integrada e articulada com a sociedade, município e Estado, com alianças e parcerias, para dar segurança e proteção dos direitos fundamentais”.