Proprietária de falsa empresa de cursos profissionalizantes é indiciada em Pontalina (GO)

Uma das alunas teve o diploma recusado pelo conselho de registro profissional

Empresária que oferece cursos técnico em enfermagem falso é indiciado, em Pontalina
Empresária que oferece cursos técnico em enfermagem falso é indiciado, em Pontalina (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Uma empresária de Pontalina, região Central de Goiás, que tinha falsa empresa de cursos profissionalizantes foi indiciada por estelionato e falsidade ideológica. As investigações acerca do caso foram concluídas na terça-feira (21). Mesmo sem certificação, a suspeita dizia que o estabelecimento tinha convênio com o  Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac).

O crime foi descoberto após uma das alunas finalizar o curso, que tem duração de dois anos, e o conselho de registro profissional recusar o diploma por se tratar de documentação falsa. Indignada com a situação, a vítima procurou a Polícia Civil e denunciou o caso.

Segundo a polícia, o convênio que a empresária alega ter com o Senac não existe. Além disso, os endereços indicados como sede da empresa também são inexistentes.

Se condenada, a empresária poderá pegar pena de três anos de reclusão e multa.

LEIA MAIS

Suspeitos de comprar e vender lotes com procurações falsas são presos em Aparecida (GO)

Homem é preso com moto roubada, documento falso e drogas em Goiânia

Homem usa documento falso para retirar veículo de pátio da PRF em Simolândia (GO) e é preso

*Jeice Oliveira compõe programa de estágio do Mais Goiás sob supervisão de Hugo Oliveira