Sargento britânica teria cometido suicídio após ser traída

Casamento estava passando por uma crise e eles teriam entrado em um acordo para pedir o divórcio

Uma sargento britânica teria cometido suicídio após ser traída pelo marido policial com outra mulher que trabalhava na mesma delegacia que eles, em Beaconsfield, na Inglaterra, Reino Unido. As informações são do The Telegraph.

Segundo a publicação, Louise Gibson, 40 anos, teria se enforcado depois de descobrir que o marido tinha um caso. John Gibson, 40 anos, trabalhava na mesma delegacia que a esposa e teria se envolvido em um romance com outra policial da mesma companhia.

De acordo com as investigações, o casamento estava passando por uma crise e eles teriam entrado em um acordo para pedir o divórcio. No entanto, legalmente, ambos ainda estavam casados e moravam sob o mesmo teto.

Apesar de diversos indícios denunciarem o suicídio – como cartas de despedida encontradas no quarto da vítima – a família de Louise se nega a acreditar que ela tenha se matado e pede por justiça.

“Louise era uma pessoa forte. Ninguém que realmente a conhecesse iria acreditar que ela teria se matado, a menos que ela fosse levada a isso”, disse seu pai. As investigações continuam.