Saúde de Maguito melhora e médicos decidem tirar suporte da ECMO

Boletim divulgado neste sábado, pelo hospital Albert Einstein, traz notícias animadoras sobre a saúde do prefeito eleito de Goiânia

Internado, prefeito Maguito Vilela trata nova infecção pulmonar
Internado, prefeito Maguito Vilela trata nova infecção pulmonar

Os médicos que assistem o prefeito eleito Maguito Vilela (MDB), internado no hospital Albert Einstein há pouco mais de 40 dias para tratamento da covid-19, decidiram neste sábado tirar o aparelho que auxiliava na oxigenação do sangue, chamado de ECMO. É sinal de que o organismo do prefeito já consegue desempenhar a função sem auxílio externo.

O processo de retirada, de acordo com boletim assinado pelos médicos Carmen Barbas, Marcelo Rabahi e Miguel Cendoroglo, aconteceu sem intercorrências. Maguito continua traqueostomizado com ventilação mecânica em modo protetor.

Veja a íntegra do boletim:

São Paulo, 05 de dezembro de 2020 – O senhor Luís Alberto Maguito Vilela encontra-se internado no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, desde o dia 27 de outubro para tratamento da Covid-19. No dia 30 de outubro, a equipe médica responsável decidiu pela intubação pelo quadro de insuficiência respiratória. O paciente evoluiu bem, sendo extubado em 8 de novembro, para respiração espontânea. Em 15 de novembro, necessitou ser reintubado por piora pulmonar (inflamatória e infecciosa), seguindo em ventilação mecânica invasiva. No dia 17 de novembro, foi iniciado tratamento dialítico seguido de instalação de ECMO para possibilitar ventilação protetora pulmonar. Hoje, 5 de dezembro, encontra-se na UTI, traqueostomizado com ventilação mecânica em modo protetor. Devido a estabilidade do quadro e controle satisfatório da oxigenação a equipe médica decidiu pela retirada da ECMO, procedimento que transcorreu sem intercorrências.

Dra. Carmen Barbas, pneumologista
Dr. Marcelo Rabahi, pneumologista
Dr. Miguel Cendoroglo, Diretor Médico e de Serviços Hospitalares do Hospital Israelita Albert Einstein