FolhaPress

SBT é condenado a pagar viagem de lua de mel para casal; entenda

Noivos ganharam R$ 26 mil após quatro anos de batalha contra a emissora na Justiça

Noivos ganharam R$ 26 mil após quatro anos de batalha contra a emissora. SBT é condenado a pagar viagem de lua de mel para casal; entenda
'Fábrica de Casamentos' é um reality do SBT que prepara uma festa de casamento no prazo de sete dias com uma equipe de organizadores de eventos - Gabriel Cardoso/SBT

Um casal que participou da “Fábrica de Casamentos“, em junho de 2018, finalmente vai poder desfrutar de uma viagem de lua de mel para Acapulco, no México. Foram quatro anos de uma batalha na Justiça contra o SBT e eles ganharam o processo. O juiz José Francisco Matos condenou a emissora a pagar R$ 26 mil, valor referente as despesas com a viagem e também uma indenização por danos morais.

Além do SBT foram condenados as empresas Discovery Networks Brasil, Formata Produções e Conteúdo Ltda. e Cinqtours Viagens e Turismo Ltda., parceiras na realização do reality, conhecido por preparar uma festa de casamento no prazo de sete dias. Além da badalação, alguns casais ganham prêmios como aconteceu com a nutricionista J.M. e o editor de vídeo E.S., segundo o colunista Ricardo Gentile do UOL.

O SBT e as demais empresas ainda podem recorrer da decisão. Na defesa apresentada à Justiça, a emissora argumentou que “ocorreram situações incontroláveis que atrasaram o momento de veraneio em praias mexicanas”. “A viagem de núpcias, infelizmente, foi postergada por inúmeros problemas burocráticos gerados pela pandemia”, afirmou o SBT que ainda citou que o prêmio é uma “doação” e, sendo assim, poderia ser “refugada”. De acordo com a emissora, ninguém pode ser compelido a fazer uma doação “sob vara”.

++ Simone e Simaria se desentendem durante gravação com Ratinho no SBT; ouça

Já a Discovery disse que não manteve nenhuma relação contratual com os autores do processo, que não possui conhecimento sobre a promessa de realização da viagem e que não pode ser responsabilizada pelos fatos. A empresa também afirmou que a lua de mel não ocorreu num primeiro momento porque o casal não tinha visto para os Estados Unidos, onde seria realizada a escala da viagem. Eles também alegaram que, na sequência, as medidas de restrições impostas por conta da pandemia impossibilitaram a realização da viagem. A Formata não apresentou defesa no processo.

LEIA TAMBÉM:

+ Zezé di Camargo fala sobre relação de Wanessa Camargo e Dado Dolabella

+ Musa do Onlyfans, Suzy Cortez diz que já recebeu mensagens de Piqué, Neymar e Gusttavo Lima