Secretaria de Saúde recomenda volta de máscaras em locais fechados no DF

A medida é resposta ao aumento de casos, entretanto, o uso não é obrigatório

China isola fabricante de iPhone para combater novo surto de Covid (Foto: Reprodução - Pixabay)
China isola fabricante de iPhone para combater novo surto de Covid (Foto: Reprodução - Pixabay)

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal recomendou, nesta quinta-feira (2), o retorno do uso de máscaras em ambientes fechados na capital federal. De acordo com a pasta, a medida é provocada pelo aumento de casos de Covid-19, em Brasília. O uso não é obrigatório.

É solicitado ainda, a ampliação da oferta de testagem na rede pública de forma capilarizada, e a agilidade na análise do sequenciamento genômico para identificação e monitoramento de novas variantes do coronavírus.

O documento enviado ao Instituto de Gestão Estratégica de Saúde (iges-DF) ressalta a alta taxa de transmissão, “que alcançou 1,50 no dia 30/5, com 2.604 casos novos e 8.222 casos ativos”. Além da lista de espera por leitos de UTI Covid  que “tem sofrido aumento com o passar dos dias”, e os leitos de enfermaria Covid estão com taxa de ocupação de 100%.

Do início da pandemia, até quarta-feira (1º), 11.692 pessoas perderam a vida em Brasília e 712.968 foram infectadas pelo vírus.

O uso de máscaras deixou de ser obrigatório, no DF, em ambientes fechados, no dia 10 de março passado. Ao ar livre, a proteção já não era exigida desde 7 de março.