Estadao Conteúdo

Seleção Brasileira erra muito no ataque e perde para os EUA na Liga das Nações

As brasileiras voltam as quadras na próxima segunda (31), diante das japonesas

Jogo entre Brasil e Estados Unidos. Foto: Divulgação/FIVB

A seleção brasileira feminina de vôlei perdeu, nesta quinta-feira (27), em Rimini, na Itália, pela primeira vez na disputa da Liga das Nações. Diante dos Estados Unidos, o adversário mais difícil da semana 1, o time do técnico Zé Roberto Guimarães foi derrotado por 3 sets a 1 – com parciais de 25/17, 25/19, 23/25 e 25/22.

O jogo, como se esperava, foi bastante disputado. O equilíbrio foi quebrado pelo excesso de erros no ataque do time brasileiro Com bela atuação de Fê Garay (18 pontos) e Gabi (15), o Brasil demonstrou garra para buscar a vitória no terceiro set.

O problema é que as norte-americanas mantiveram o ritmo da partida também no quarto set, com atuação espetacular de Sarah Parsons, autora de 25 pontos, maior pontuadora do duelo. Ela ainda teve a companhia de Jordan Larson, com 16 pontos, para conquistar mais uma vitória.

“Lutamos bastante durante toda a partida. Buscamos a evolução e esses jogos são importantes para isso. Vamos analisar esse jogo e ver onde precisamos melhorar. Agora é seguir treinando forte e já pensar no Japão”, afirmou a líbero Camila Brait.

Com a derrota, o Brasil fechou a semana 1 da Liga da Nações com duas vitórias em três jogos. Está com 6 pontos, na quinta posição. Os Estados Unidos, invictos, lideram com 9 pontos. O início da semana 2 será na segunda-feira, com a seleção brasileira tendo como rival o Japão, às 10h (de Brasília).

Em preparação para os Jogos Olímpicos de Tóquio, as seleções terão de cumprir ao todo 15 jogos nesta primeira fase da Liga das Nações. As quatro melhores colocadas avançam para a fase semifinal, que seguirá em Rimini.