Senado aprova memorial para vítimas da Covid no Brasil

"Para que quem estiver no governo não tome decisões equivocadas, erradas, que se voltam contra a ciência"

Senado aprova memorial para vítimas da Covid no Brasil
Senado aprova memorial para vítimas da Covid no Brasil (Foto: Jucimar de Sousa - Mais Goiás)

Senado fará um memorial com o registro de todas as perdas para a Covid-19 no Brasil. O anúncio foi feito nesta terça-feira (5) pelo presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19, Omar Aziz (PSD-AM), durante sessão do colegiado. A proposta é do senador Renan Calheiros (MDB-AL), relator da CPI, e foi acolhida por todos os presentes.

“Tenho certeza que isso, o proposto, não é só uma homenagem – que já seria o mínimo por essas vítimas -, mas sim [uma iniciativa] para futuramente, congressistas, se por ventura, tivermos uma nova pandemia, sirva de exemplo para os encaminhamentos e para que a direção esteja do lado certo. Não o que vimos acontecer, com essa quantidade de vítima.”

Ele ainda alfinetou o governo federal. “É possível se preparar. Para que quem estiver no governo não tome decisões equivocadas, erradas, que se voltam contra a ciência, e cause o que causou no Brasil.”

Pelas redes sociais, ele também se manifestou: “Esse memorial simbolizará isso, homenageará todos os brasileiros que se foram e também aqueles que perderam um familiar, e entrará para a história.” Nesta tarde de terça-feira (5), o Brasil registra cerca de 598 mil mortes pela Covid-19.

O relatório da CPI da Covid deve ser entregue em 19 de outubro. A previsão é que ocorra a votação um dia depois.