Senador Canedo passa a oferecer medicamento preventivo contra HIV

Atendimento ocorre em qualquer Unidade Básica de Saúde do município

Senador Canedo passa a oferecer medicamento preventivo contra HIV
Senador Canedo passa a oferecer medicamento preventivo contra HIV (Foto: Ludmilla Souza - Agência Brasil)

Desde quarta-feira (1º), Senador Canedo oferece o atendimento de Profilaxia Pré-Exposição ao HIV (PrEP). Trata-se do fornecimento de medicação preventiva, uma vez que é destinado soronegativos em situação de risco de contágio do HIV.

O atendimento ocorre em qualquer Unidade Básica de Saúde (UBS) do município e visa, especialmente, pessoas que vivem em situação de maior vulnerabilidade ao contágio do HIV/Aids. Enquadram-se nesta categoria: profissionais de sexo, parceiros que um tem o HIV, além de outros.

É importante lembrar que a Aids é o estágio mais avançado da doença. Já o HIV é o vírus que pode provocar a Aids.

Método de prevenção ao HIV

A prefeitura de Senador Canedo explica que o PrEP consiste no uso diário de medicamentos antirretrovirais (ARV) para não infectados. Estes remédios impedem o HIV de se estabelecer no indivíduo.

Segundo o secretário de Saúde, Carlos Magno Neves, essa forma de prevenção contribui para diminuir o número de diagnósticos da doença no município. “Mas é muito importante frisar que a prevenção mais segura para as Infecções Sexualmente Transmissíveis é o uso de preservativos durante a relação sexual.”

Secretaria de Saúde Goiás

A novidade ocorre em parceria com a secretaria de Saúde de Goiás (SES-GO). Segundo a pasta, Senador Canedo implementa a PrEP em consonância com as diretrizes do Ministério da Saúde e da própria SES-GO.

Além disso, esclarece que “o município já conta com testagem rápida de HIV, Sífilis, Hepatites B e C para diagnóstico desses agravos”. Inclusive, segundo a pasta, a cidade possui quase 400 pacientes em tratamento de HIV no HDT, em Goiânia.

“Estes pacientes terão agora, a opção de serem acompanhados em Senador Canedo, com a implantação da dispensação de medicamentos no próprio município, facilitando o acesso do paciente ao tratamento de HIV.”

Dezembro Vermelho

Destaca-se, teve início nesta quarta-feira (1º) o Dezembro Vermelho. O período é destinado à conscientização para o tratamento precoce do HIV e Aids, e outras doenças sexualmente transmissíveis.

Inclusive, o mês de dezembro foi escolhido pelo Ministério da Saúde em razão do Dia Mundial de Combate à AIDS, comemorado em 1º de dezembro. A pasta instituiu a campanha por meio da Lei nº 13.504/2017.

LEIA MAIS: 

Goiânia tem menor número de diagnósticos de Aids em 10 anos

Cerca de 3 mil pacientes com HIV passam pelo HDT por mês