Servidor público cria ‘vinho de açaí’ durante a pandemia no Acre: conheça

O servidor público afirma que desenvolveu o gosto por bebidas artesanais após viagem ao Sudeste e Centro-Oeste do país

Vinho de açaí criado pelo servidor público
O servidor público afirma que desenvolveu o gosto por bebidas artesanais após viagem ao Sudeste e Centro-Oeste do país (Foto: arquivo pessoal)

Um servidor público decidiu inovar nesta pandemia e criou um vinho de açaí durante o período de isolamento. O caso vem do Acre. Com a façanha, Marcos Júnior conseguiu fazer com que o aroma, a intensidade e o sabor incomparáveis do açaí compusessem uma bebida bem intimista e saborosa.

Marcos descobriu-se apaixonado por bebidas artesanais em 2015, durante viagem a trabalho para as regiões Sudeste e Centro-Oeste do Brasil. Ao desenvolver um novo processo de fabricação de bebidas, ele se viu tentado a explorar novos sabores para produção própria.

“Era difícil encontrar esse produto por aqui e não tinha a popularidade local que hoje possui. Iniciei em 2015 os estudos sobre a produção de cerveja artesanal em casa, passando, então, a produzir vários estilos de cerveja, fazendo testes com frutas em fruit beers (cerveja de frutas) etc. Durante o isolamento ocorrido devido à pandemia, tive mais tempo para testar outras bebidas, como o hidromel.”

O amante das bebidas artesanais conta que, ao tentar fermentar o açaí com o mel, conseguiu um resultado interessante, próximo a um vinho tinto de uva. Entretanto, ele destaca que o gosto tinha as suas particularidades. “O sabor era carregado, com a intensidade, singularidade de aroma e sabor que conhecemos no açaí.”

O cervejeiro garante que o produto é 100% caseiro e que não é comercializado. O vinho é produzido na própria casa do servidor público para degustação de amigos e apreciadores.

“Após oferecer o vinho de açaí a amigos e familiares, vi que o produto agradou, então, fui melhorando o processo e fazendo ajustes que estão deixando a bebida com uma boa qualidade. Então, criei o perfil @florisavinhos no Instagram para fazer alguns registros da evolução do produto e trocar de ideia com quem se interessar pelo produto.”

Vinho de açaí criado pelo servidor público

Tanque com açaí usado para a fabricação do vinho (Foto: arquivo pessoal)

Vinho de açaí

Júnior explica que o processo de fabricação do vinho de açaí se assemelha, mas não é idêntico ao da uva. “Entre o início da fermentação e o engarrafamento, o tempo médio, eu diria, é de pelos menos 40 dias, mas depende também de como o vinho evolui após a fermentação.”
Ele explica que, para fins comerciais, o termo correto para descrever o produto que ele fabrica é “fermentado de açaí.” Porém, pelo fato de ser 100% caseiro, ele destaca que não é proibido descrevê-lo como “vinho de açaí”.

Hidromel

O hidromel é considerada a bebida alcoólica mais antiga da humanidade e foi bastante consumida durante a Idade Média. Entretanto, perdeu espaço com a chegada do vinho.
O processo de fabricação dessa bebida histórica dura em média 10 dias. A água, o mel e as leveduras ficam no tanque de fermentação durante um semana para serem filtrados e atingiram o ponto alcoólico.
Vinho de açaí criado pelo servidor público

O servidor público afirma que desenvolveu o gosto por bebidas artesanais após viagem ao Sudeste e Centro-Oeste do país

*Com informações do G1