Suspeito de assassinar maquiadora em Anápolis é preso pela Polícia Civil

Em depoimento ele revela que o motivo do crime foi ciúmes

Preso homem suspeito de matar maquiadora por ciúmes em Anápolis
Israel foi preso em Goianápolis onde estava escondido depois de matar a companheira a facadas ( Foto: Divulgação - GIH/Anápolis )

Israel Rodrigues Inácio, de 28 anos, acusado de assassinar a maquiadora Tayná Pinheiro Duquis, 26, foi localizado e preso pela Polícia Civil na manhã desta segunda-feira (14). Ele confessou que matou a companheira após uma discussão dentro de um apartamento na madrugada do dia 6 de março, em Anápolis.

 

Israel foi localizado Goianápolis e caso seja condenado por feminicídio poderá receber uma pena de até 30 anos de reclusão.

 

Para o delegado responsável pelo caso, Wllisses Valentim, Israel afirmou que desconfiou de Tayná por ela não o deixar ver uma mensagem no celular após buscá-la em uma festa. O suspeito contou que houve uma discussão e que desferiu golpes de faca nas costas da companheira.

 

Após o crime Israel avisou familiares e fugiu da cidade num veículo de transporte por aplicativo.

 

De acordo com o responsável pelas investigações, o casal tem uma filha de 10 meses e vivia um relacionamento conturbado, marcado por términos e reconciliações.


Israel tem antecedentes criminais por tentativa de homicídio e está preso na cidade de Goianápolis.