Suspeito de matar morador de rua em Goiânia é preso no Mato Grosso

Segundo as investigações Tássio Ferreira esfaqueou João Barbosa para vingar a morte de um amigo

Dois anos após o crime, a Polícia Civil de Goiás conseguiu localizar, no Mato Grosso, o foragido do regime semi-aberto Tássio Ferreira, de 27 anos. Ele é suspeito de ter matado um morador de rua na capital. Em depoimento, o suspeito negou o crime, disse que não conhecia a vítima, mas não soube explicar porque havia fugido para outro estado.

João Barbosa tinha 43 anos e foi assassinado com várias facadas em julho de 2017 em uma praça no Setor Eli Forte. Ao investigar o crime, a equipe do delegado Ernani Cazer, adjunto da Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH), descobriu que a vítima teria sido assassinada como vingança. Um mês antes, um morador de rua conhecido como “Mãozinha”, “muito amigo de Tássio, teria sido morto por João.

“Como o João foi socorrido ainda com vida, ele relatou aos policiais que atenderam a ocorrência e aos socorristas que o levaram para o hospital que havia sido esfaqueado pelo Tássio. Coincidentemente ele já tinha um mandado de prisão por ter fugido do regime semiaberto, onde cumpria pena por roubo, mudou-se de Goiás exatamente no dia seguinte ao crime”, destacou o delegado.

O assassinato de Mãozinha, ainda segundo Ernani Cazer, foi motivado por uma desavença após o uso de drogas. “Além do relato da vítima fatal, pesa também contra o Tássio o fato dele não ter nenhum parente ou amigo em Araguaiana, cidade para onde se mudou sem qualquer explicação”, concluiu o delegado. Após ser apresentado à imprensa nesta terça-feira (27), o suspeito foi encaminhado para a Casa de Prisão Provisória, no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, onde irá aguardar julgamento.