Suzane von Richthofen: dois filmes contarão histórias contraditórias sobre crime; assista ao trailer

'A Menina que Matou os Pais' e 'O Menino que Matou Meus Pais' chegam aos cinemas brasileiros no dia 2 de abril

Suzane von Richthofen: dois filmes contarão histórias contraditórias sobre crime, a menina que matou os pais, o menino que matou meus pais
Suzane von Richthofen: dois filmes contarão histórias contraditórias sobre crime

A história de Suzane von Richthofen ganhará dois filmes: A Menina Que Matou Os Pais e O Menino Que Matou Meus Pais. Os dois narrarão o assassinato dos pais da jovem, crime que chocou o país em 2002, sob dois pontos de vista: o de Suzane e o do namorado dela, Daniel Cravinhos. Um trailer conjunto foi divulgado nesta segunda-feira (3).

As imagens misturam os dois longa-metragens, contrapondo as duas versões da história, assim como aconteceu durante o julgamento do crime real. No processo, Suzane e Daniel apresentaram relatos divergentes. A ideia é deixar o espectador curioso, forçando que ele escolha um lado.

Os filmes são estrelados por Carla Diaz (Suzane von Richthofen) e Leonardo Bittencourt (Daniel Cravinhos). Também integram o elenco: Leonardo Medeiros (Manfred von Richthofen), Vera Zimmermann (Marísia von Richthofen), Debora Duboc (Nadja Cravinhos), Augusto Madeira (Astrogildo Cravinhos), Allan Souza Lima (Christian Cravinhos) e Kauan Ceglio (Andreas Von Richthofen).

Os roteiros são assinados por Ilana Casoy (autora de Casos de Família: Arquivos Richthofen e livros especialistas em serial killers) e Raphael Montes (Jantar SecretoO VilarejoDias Perfeitos). A produção é da Santa Rita Filmes em coprodução com a Galeria Distribuidora e o Grupo Telefilms.

Os dois filmes estrearão simultaneamente nos cinemas brasileiros no dia 2 de abril.

Assista ao trailer dos filmes sobre Suzane von Ritchthofen:

Confira a sinopse e A Menina Que Matou Os Pais e O Menino Que Matou Meus Pais:

Em 2002, o casal de namorados Suzane von Richthofen e Daniel Cravinhos chocou o Brasil ao se declararem culpados pelo brutal assassinato dos pais de Suzane. Ao longo do julgamento deles, esse caso é revisitado em busca de respostas sobre os motivos do casal para cometer essa atrocidade. Um drama de crime real sobre um dos casos de assassinato mais chocantes do Brasil. Lançados simultaneamente, os dois filmes mostrarão pontos de vista opostos dos assassinos.