Taylor Swift: músicas da cantora voltam ao Spotify

A volta da popstar às plataformas de streaming foi um presente aos fãs pela marca de 100 milhões de músicas e 10 milhões de cópias do disco '1989' vendidas

Como presente para comemorar as mais de 10 milhões de cópias do álbum 1989 e 100 milhões de singles vendidos, Taylor Swift decidiu disponibilizar toda a sua discografia no Spotify e nas demais plataformas de streaming. Até então apenas o Apple Music podia oferecer aos usuários as músicas da popstar.

Swift tem uma relação amarga com o streaming. Segundo ela, o Spotify e plataformas semelhantes pagam valores muito baixos aos artistas, se comparados com o que foi investido no processo criativo das músicas. Por isso, desde 2014 todo o catálogo da artista não está em streaming nenhum, com exceção do Tidal e do Apple Music, que fizeram acordos específicos com Taylor.

Foi para barrar?

O curioso é que a volta de Taylor Swift ao streaming acontecerá no exato momento em que Katy Perry lançará seu novo disco, Witness. As duas também têm uma relação amarga e trocam farpas desde o lançamento de 1989, quando Swift disse que no disco haveria uma faixa (Bad Blood) que era uma indireta a uma outra cantora que tentou sabotar uma de suas turnês.

A história é que três dançarinos de Katy estavam na turnê de Taylor e a intérprete de I Kissed A Girl os convidou para um novo projeto. No Carpool Karaokê, a morena contou sua versão da história. Ao ser perguntada sobre uma possível trégua, ela disse: “ela (Swift) começou e é hora de ela terminar isso”.

Em Witness, Katy teria respondido a canção de Taylor com outra: Swish, SwishNa canção, Perry fala sobre carma e sobre sair por cima quando te atacam.

Ouça Taylor Swift no Spotify: