Trio é preso suspeito de assaltar residência após atrair vítima para compra de colar em Abadia

Suspeito pediu o endereço da vítima para a entrega do colar, mas, roubou a casa dela

Suspeitos de vender colar na internet para assaltar casa da vítima são presos em Abadia
Suspeitos de vender colar na internet para assaltar casa da vítima são presos em Abadia (Foto: Divulgação - PC)

Um trio de jovens está preso suspeito usar a venda de um colar pela internet para conseguir o endereço da vítima e, em seguida, assaltar a casa dela. O crime aconteceu na tarde de quarta-feira (24), em Abadia de Goiás, na Região Metropolitana de Goiânia. Segundo a Polícia Civil, os suspeitos são Kennedy Junio Alves da Silva, de 25 anos, Matheus Felipe Gonçalves da Silva, 18, e Yann Victor de Jesus Diniz, 22.

De acordo com a investigação, Kennedy anunciou um colar de prata na internet. Assim que uma pessoa se interessou, suspeito e vítima negociaram o valor de R$ 1 mil pelo item. Foi então que Kennedy pediu a localização da casa da vítima para que, supostamente, levasse o colar até ela.

A vítima, que acreditava estar fazendo uma compra segura, enviou o endereço. Momentos depois disso, Kennedy ligou para ela pedindo que o encontro ocorresse em outro local. A vítima concordou, foi ao endereço e adquiriu o colar.

Porém, logo após a venda do objeto, Kennedy se encontrou com os outros dois suspeitos mencionados. Segundo a polícia, eles iam se aproveitar que a vítima havia saído para assaltar a casa dela. No entanto, outras pessoas estavam na residência.

Suspeitos de assaltar casa prenderam crianças em banheiro

O trio pulou o muro, entrou na casa e rendeu todas as pessoas que estavam lá. A polícia narra que, primeiro, eles renderam o filho da vítima. Em seguida, prenderam três crianças de 04, 07 e 09 anos de idade, em um banheiro por mais de 25 minutos.

Segundo a polícia, o trio roubou dois aparelhos de TVs, dois aparelhos celulares e um computador. Além disso, levaram calçados, roupas, aparelhos eletrônicos, assistente virtual para casa, utensílios domésticos e outros.

As vítimas denunciaram o crime na Delegacia de Abadia de Goiás no mesmo dia. Assim, os agentes conseguiram localizá-los na casa de um deles, em Goiânia. Todos os objetos foram recuperados.

Ainda segundo a investigação todos os três jovens tinham antecedentes criminais por roubo, tráfico e furto.

A divulgação da imagem e identificação está precedida nos termos da Lei n.º 13.869, Portaria n.º 547/2021 – PC. O objetivo é identificar eventuais outros delitos cometidos, bem como surgimento de novas denúncias, testemunhas e elementos informativos.

Leia Mais

Polícia vai coletar DNA de 400 pessoas para resolver casos de estupro em Goiás

Motos estão em 73% dos acidentes de trânsito com vítimas fatais em Aparecida

PM pede que assentamentos rurais sejam monitorados em Goiás, mas não explica motivo

Motorista arrasta cachorro em estrada de terra em Jaraguá e culpa cheiro do animal

*Larissa Feitosa compõe programa de estágio do Mais Goiás sob supervisão de Hugo Oliveira.