Ucraniano tenta afundar iate de russo avaliado em R$ 40 milhões e é preso na Espanha

Caso aconteceu no último sábado (26), mas só foi divulgado no domingo (27)

Ucraniano tenta afundar iate de russo avaliado em R$ 40 milhões e é preso na Espanha
Ucraniano tenta afundar iate de russo avaliado em R$ 40 milhões e é preso na Espanha - (Foto: Redes sociais)

Um marinheiro ucraniano foi detido pela Guarda Civil da Espanha acusado de ter tentado afundar um iate avaliado em 7 milhões de euros – o equivalente a mais de R$ 40,4 milhões na cotação atual – no qual o proprietário é Alexander Mijeev, diretor russo da estatal Rosoboronexport. O caso aconteceu no último sábado (26), mas só foi divulgado no domingo (27) pelo jornal El País.

De acordo com o jornal espanhol, a embarcação se encontrava atracada ao sudoeste de Maiorca, no Porto Adriano, na Espanha. O suspeito não teve identidade revelada.

Conforme a reportagem, o ucraniano exercia cargo de chefia no iate Lady Anastasia, onde trabalhou por uma década. Ele confessou o crime à Guarda Civil espanhola.

Vingança

As autoridades suspeitam que a ação tenha sido motivada por vingança, em razão do suposto envolvimento do proprietário do barco com o fornecimento de armas e aparatos militares às forças da Rússia que invadiram a Ucrânia e seguem promovendo ataques ao país.

Para tentar afundar a embarcação, o ucraniano abriu as válvulas que permitem a entrada de água no barco, levando-o a afundar.

A ação foi comunicada pelo próprio autor aos seus subordinados, que denunciaram o crime à Guarda Civil. O barco, no fim das contas, não afundou.