Valentina Jungmann se torna primeira mulher a disputar presidência da OAB-GO

Advogada registra chapa OAB para [email protected], formada por 50% de mulheres

Valentina Jungmann, candidata a presidente da OAB-GO (Foto: Divulgação)
Valentina Jungmann, candidata a presidente da OAB-GO (Foto: Divulgação)

A advogada Valentina Jungmann  se tornou a primeira mulher a concorrer ao cargo de presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – seccional Goiás (OAB-GO). Ela registrou a chapa “OAB para [email protected]” e promoveu o lançamento oficial da candidatura na noite da última sexta (15). A eleição acontece no dia 19 de novembro deste ano.

A chapa tem 114 integrantes, com a composição de 50% homens e 50% mulheres. A advogada afirma que as outras chapas não respeitavam o princípio da paridade e que ela defendeu a causa na OAB.

Professora de Processo Civil, Valentina diz que entre seus projetos está a redução da anuidade e luta por custas judiciais mais justas, bem como promover  aproximação dos advogados com a Escola Superior de Advocacia (ESA). A candidata promete melhorar a prestação de serviços ao advogado, com cursos e seminários de atualização.

“Nós temos o melhor time, a melhor escalação desse pleito. Homens e mulheres aguerridos, honestos, trabalhadores, valorosos que compõem uma chapa diferenciada, com propostas inovadoras; o grupo mais preparado para a administrar a OAB”, disse Valentina, ao agradecer também, aos inúmeros apoiadores que lotaram o espaço e que caminham com ela.

Valentina diz que OAB deve dar exemplo de ética e transparência

Valentina agradeceu apoiadores, que mesmo fora da chapa, apoiam a candidatura e trabalham por ela nos bastidores. Comentou também o apoio recebido de homens e mulheres da política partidária, da política sindical e de grupos e entidades não-governamentais. A advogada lembrou que a OAB é parte e reflexo de uma sociedade civil e deve defender, dando exemplo de pluralidade, ética e transparência.

A candidata diz que, no período pré-eleitoral, enfrentou tentativas de desestabilização, mas que o grupo de advogados “seguiu coeso para fazer história” e registrar chapa no tempo hábil. “A chapa OAB pra [email protected] defende a pluralidade, a representatividade e o lugar de fala de todos, respeitando o lugar de fala de cada um”, resume Valentina.