Vilmar Rocha tenta viabilizar candidatura de deputado mineiro a presidente da República

“Temos avançado muito na tese sobre a necessidade de uma candidatura presidencial que fuja da polarização atual”, disse o goiano

Vilmar Rocha viaja País por Rodrigo Pacheco no PSD e como 3ª via presidencial
Vilmar Rocha e o ex-governador Pedro Taques (Foto: Reprodução)

O presidente do PSD Goiás, Vilmar Rocha, quer filiar presidente do Senado Rodrigo Pacheco (DEM) para que ele se torne a terceira via da disputa eleitoral pelo Palácio do Planalto em 2022. Nesta semana, ele esteve em Cuiabá, no Mato Grosso, para dar continuidade à agenda política nacional, em reunião com o governador Mauro Mendes (DEM), com o senador Jayme Campos (DEM), com o ex-governador Pedro Taques (PSDB) e com o ex-governador e ex-senador Júlio Campos.

“Em todas essas conversas temos feito análises do Brasil. Falamos sobre a realidade atual e as perspectivas para os próximos anos”, explicou Vilmar. “Temos avançado muito na tese sobre a necessidade de uma candidatura presidencial que fuja da polarização atual”, afirmou o goiano.

A informação de pessoas próximas a Vilmar é que já está certo que Pacheco vai se filiar ao PSD assim que abrir a janela partidária. O intuito não é só tirar o presidente do Senado do DEM, mas unir partidos do centro em torno dessa alternativa, esvaziar Bolsonaro e garantir uma opção contra o atual gestor e o ex-presidente Lula (PT).