Viúva de Mr. Catra diz que foi traída 27 vezes: “Quando ama, perdoa”

"Toda mulher foi corna um pouco", disse Silvia Regina

Viúva de Mr. Catra diz que foi traída 27 vezes:
(Foto: Reprodução Redes Sociais)

A viúva de Mr. Catra, que morreu em 2018 em decorrência de um câncer gástrico, disse que foi traída pelo músico cerca de 27 vezes. Silvia Regina foi casada com o cantor durante 23 anos, numa relação considerada “aberta”. Contudo, apenas Catra tinha outras parceiras.

Durante o podcast “Barbacast”, ela foi indagada sobre como suportou as “traições”. “Todo mundo me faz essa pergunta. Eu canso de falar isso. Eu amei o Wagner demais e eu tinha nele uma figura de paizão. Eu não tive pai. Eu amava meu pai, mas ele não me criou e não teve aquela convivência”, explicou Silvia.

“Quando nova, eu achava que a presença de um pai na família era muito importante, achava que se minha mãe tivesse com meu pai, as coisas seriam diferentes. O Wagner [nome de batismo do cantor – Wagner Domingues Costa] foi aquele amor platônico e eu achava que eu tinha que passar por aquilo. ‘Deus não te dá o fardo que você não possa carregar”, continuou.

A viúva de Mr. Catra diz que se questionou muitas vezes sobre a relação que vivia com o cantor. Contudo, ela afirma que não conseguia terminar o casamento.

“Eu não tinha muito entendimento das coisas e hoje, eu estou estudando o feminismo, tenho consciência sobre relacionamentos abusivos e isso eu não tinha. Achava que tinha que viver todo mundo junto e também eu gostava dele”, disse Silvia Regina.

Ela ainda revelou que “não achava tão difícil lidar com traições”.

“Se você for olhar ao redor acontece nas melhores e piores famílias. É muita hipocrisia dizer que ‘ah, eu fui corna e larguei’. Toda mulher foi corna um pouco, porque quando ama, você perdoa. Eu perdoei 27 vezes“, disse.

 

*Com informações do UOL