Wanderson diz que Atlético-GO terá de ser efetivo contra Chape para voltar a vencer em casa

Com 23 pontos, o Atlético é o 7º colocado, já a Chapecoense ocupa a lanterna da competição, com 5 pontos

Wanderson domina a bola em treino no Atlético-GO
Wanderson domina a bola em treino no Atlético-GO. Foto: Bruno Corsino - ACG

Na Série A, o Atlético-GO não vence em casa há 4 jogos (2 empates e duas derrotas) e para encerrar o jejum, o zagueiro Wanderson destacou que o time terá de ser efetivo na partida contra a Chapecoense, pela 17ª rodada do Brasileirão. As equipes se enfrentam neste sábado (21), às 17 horas, no estádio Antônio Accioly.

“Estamos vindo em uma crescente muito grande no campeonato, são 4 jogos pontuando. Vai ser um jogo bastante difícil contra a Chapecoense, mesmo eles tendo a colocação que tem hoje, eles dificultam de mais o jogo. Temos de ser efetivos na partida e fazer os gols quando tivermos as chances”, disse o defensor.

Contra a Chapecoense, Wanderson ressaltou que o Atlético-GO terá de ficar ligado nas jogadas de contra-ataque e especialmente nos cruzamentos. O time catarinense é o 6º que mais acerta cruzamentos na Série A, com 78 certos.

“Creio que vão vir para uma bola, bem fechados e temos de impor nosso ritmo. A transição deles é muito forte, junto com a bola aérea. Eles têm um grande centroavante, que é o Anselmo Ramon, têm grandes zagueiros, que tem boa bola aérea”, disse o zagueiro Wanderson.

Sonho de Wanderson é com a parte de cima

Com 23 pontos, o Atlético-GO ocupa a 7ª colocação, mesma pontuação do Athletico-PR, primeiro time dentro da faixa de classificação para a Libertadores. Wanderson fez questão de falar que é importante o time sonhar com coisas grandes na competição.

“Vamos ter de sonhar a cada rodada, conquistamos dois grandes resultados fora de casa e agora temos um jogo muito importante. Sempre levo comigo uma frase que sonhar grande não custa nada e cada vez que sonharmos com a parte de cima, vamos poder distanciar do rebaixamento e vamos poder brigar por coisas maiores”, completou.