FolhaPress

Wassef é perseguido por homem com faca em restaurante em Brasília

O homem disse que Wassef teria assediado a mulher do suspeito. O advogado do presidente Bolsonaro negou

Wassef é perseguido por homem com faca em restaurante em Brasília
Wassef é perseguido por homem com faca em restaurante em Brasília

Frederick Wassef, advogado do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), foi perseguido por um homem armado com faca, na tarde de sábado (21), depois de ter supostamente assediado a mulher do suspeito. A informação foi revelada pelo site “Metrópoles”, e confirmada pela reportagem do UOL.

Testemunhas relataram à publicação que o suposto assédio à vítima, por parte de Wassef, aconteceu no restaurante Chicago, localizado na QI 11, do Lago Sul, área nobre de Brasília, nesta tarde. Por conta disso, o marido da mulher, armado com uma faca, reagiu e perseguiu o advogado.

A Polícia Militar atendeu a ocorrência no momento, e os envolvidos foram levados a prestar depoimento na 10ª DP, localizada na no Lago Sul de Brasília.

Em áudio enviado ao UOL, por meio de aplicativo de mensagem, o advogado e amigo da família Bolsonaro disse que está sendo vítima de uma “mentira”, de uma campanha de fake news”.

“É uma fraude, uma mentira. [Trata-se de] uma senhora de mais 60 anos de idade, aparentando ter 65. Não me aproximei em nenhum momento, nunca a vi, não falei um ‘a’. Nada. Na verdade, é uma mentira que ela gerou, e estou sendo vítima novamente, uma vez mais, de campanha de fake news para [inaudível] as agressões que eu sofri por parte dela. Ela ameaçou o presidente da República e a minha pessoa. Inventou essa história como ardil para tentar se proteger”, disse ele.

O UOL tentou contato com o chefe de plantão da 10ª DP, mas ele se recusou a passar informações sobre o caso.