POLÍTICA

Caso Roberto Jefferson: oposição predomina nas redes e atua para vincular ex-deputado preso a Bolsonaro

Base bolsonarista, por outro lado, divulgou conteúdos que focavam na resistência do ex-deputado ao mandado de prisão

Roberto Jefferson e Jair Bolsonaro (PL) em publicação feita pelo PTB
Roberto Jefferson e Jair Bolsonaro (PL) em publicação feita pelo PTB (Foto: Reprodução)

O debate sobre a ação do ex-deputado federal Roberto Jefferson, que reagiu com tiros e granadas contra policiais federais ao cumprimento de ordem de prisão, teve protagonismo no Facebook da oposição ao presidente Jair Bolsonaro (PL). É o que revelam dados levantados pela Escola de Comunicação, Mídia e Informação da Fundação Getulio Vargas (FGV/ECMI).

Os perfis anti-Bolsonaro, formados por esquerda e centro, concentraram 38,7% de páginas e grupos públicos que compartilharam links sobre o episódio. Esse grupo se dedicou a vincular o ex-deputado ao presidente. A estratégia foi tanto ironizar a declaração de Bolsonaro sobre não possuir nenhuma foto com Jefferson quanto alimentar a teoria de que a ação foi planejada junto ao presidente. Já a base bolsonarista somou 22,85% dos perfis e repercutiu, principalmente, links que reforçavam uma resistência de Jefferson “à tirania” da decisão de prisão.