SENTENÇA

Acusados de convencer menor a matar homem são condenados a 20 anos de prisão, em Anápolis

Uma das vítimas morreu com um tiro na cabeça e outra sobreviveu, mesmo após ser alvejado cinco vezes

Anápolis
MPGO. (Foto: Reprodução)

Guilherme Neves e Josias Holdebran, acusados pela morte Leonardo Gonçalves e de tentar assassinar Jeffer Augusto, em Anápolis, foram condenados a 27 e 23 anos de prisão, respectivamente. Segundo o Ministério Público de Goiás (MPGO), os réus convenceram um adolescente a planejar e praticar o crime.

A promotora de Justiça Liana Antunes explicou que os homens convidaram o adolescente, que morava na Bahia, a se mudar para Anápolis para traficar drogas e praticar outros delitos.

O homicídio aconteceu após os condenados armarem uma emboscada para Leonardo, que morava em Goianésia. Segundo o MPGO, eles trocaram mensagens com a vítima para que ela fosse até Anápolis buscar uma droga. Jeffer acompanhou a vítima.

No momento do encontro, Josias atirou no rosto de Leonardo e alvejou Jeffer com cinco tiros, que foi socorrido e sobreviveu. Guilherme ajudou Josias e o adolescente na fuga do local.

De acordo com a sentença, os dois condenados tiveram suas prisões mantidas e não poderão recorrer em liberdade.